Aprender a Observar

Aprender a Observar
Observamos antes de tudo; antes de falar, de escutar, de tocar, é através das primeiras sinapses destes cenários que se constroem a vida de cada um, e com o tempo, vamos esquecendo que observar é importante tanto quanto os quatro pilares da educação: Aprender a Conhecer, Aprender a Fazer, Aprender a Conviver, Aprender a Ser.
A compreensão de uma boa observação, aproxima com exatidão um aprendizado eficiente avaliando com clareza qualquer situação, seja ela planejada ou não.
Observar o universo através de telescópios e cartas celestes, analisar diagramas eletroeletrônicos, debugar códigos e algorítimos de um software, verificar uma planilha de dados financeiros, ver um jogo, ou simplesmente a observação de um detalhe instantâneo, exemplos que ajudam a desenvolver este aprendizado, mas observar vai além dos esquemas físicos e emocionais, ultrapassa o macro e micro, a sensação é única, e cada observador constrói seu resultado.
A escola não nos ensina a observar, só vamos aprender de fato como adultos, não importa o que se faz no dia a dia.
Segue a dica, Não esqueça de Observar e faça ótimas Observações.

4 pilares da Educação:

A educação ao longo da vida baseia-se em quatro pilares: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser.
• Aprender a conhecer, combinando uma cultura geral, suficientemente ampla, com a possibilidade de estudar, em profundidade, um número reduzido de assuntos, ou seja: aprender a aprender, para beneficia-se das oportunidades oferecidas pela educação ao longo da vida.
• Aprender a fazer, a fim de adquirir não só uma qualificação profissional, mas, de uma maneira mais abrangente, a competência que torna a pessoa apta a enfrentar numerosas situações e a trabalhar em equipe. Além disso, aprender a fazer no âmbito das diversas experiências sociais ou de trabalho, oferecidas aos jovens e adolescentes, seja espontaneamente na sequência do contexto local ou nacional, seja formalmente, graças ao desenvolvimento do ensino alternado com o trabalho.
• Aprender a conviver, desenvolvendo a compreensão do outro e a percepção das interdependências – realizar projetos comuns e prepara-se para gerenciar conflitos – no respeito pelos valores do pluralismo, da compreensão mútua e da paz.
• Aprender a ser, para desenvolver, o melhor possível, a personalidade e estar em condições de agir com uma capacidade cada vez maior de autonomia, discernimento e responsabilidade pessoal.

Com essa finalidade, a educação deve levar em consideração todas as potencialidades de cada indivíduo: memória, raciocínio, sentido estético, capacidades físicas, aptidão para comunicar-se

Jacques Lucien Jean Delors - 1925 – Paris – França - Autor e organizador do relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI, intitulado: Educação, um Tesouro a descobrir (1996), em que se exploram os Quatro Pilares da Educação.

Link do Relatório:
https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&cad=r...