Olho Mágico

olho magico

Ilusões: o olho mágico da percepção

A percepção é a construção ativa de um estado neural que se correlaciona a elementos biologicamente relevantes do ambiente.
Derivando de diferentes fatores, tais como ópticos, sensoriais e cognitivos, as ilusões visuais são instrumentos úteis na exploração das bases fisiológicas da percepção e de sua interação com o planejamento e execução de ações motoras. Aqui, examinamos as origens biológicas das ilusões visuais e algumas de suas relações com aspectos neurobiológicos, filosóficos e estéticos.
A percepção é a construção ativa de um estado neural que se correlaciona a elementos biologicamente relevantes do ambiente.
Segundo o médico e físico alemão Hermann von Helmholtz (1821-1894), nossa percepção é construída por meio de inferências que inconscientemente fazemos sobre o mundo à nossa volta. Essas inferências são contrastadas com informações que o organismo colhe do ambiente. Cada vez que essas expectativas não são correspondidas, ajustamos nossos perceptos, criando novas inferências e testando novas conjecturas.

Autoria: Marcus Vinícius C Baldo e Hamilton Haddad
Departamento de Fisiologia e Biofísica. Instituto de Ciências Biomédicas. Universidade de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Artigo Completo em: http://www.scielo.br/pdf/rbp/v25s2/a03v25s2.pdf